No mundo inteiro foram coletadas mais de seis mil palavras de uso cotidiano que têm sua origem no alemão, provando que não é apenas o inglês que cruza fronteiras nacionais e lingüisticas. Muitos estudantes do idioma alemão – especialmente aqueles que padecem com dolorosos exercícios de gramática teutônica, perdem seu senso de orientação tentando ordenar as palavras alemãs corretamente, ou ferem ambas, a língua e sua auto-estima, com afiadas, impronunciáveis composições de palavras – ficam um tanto surpresos quando vêm à Alemanha e ouvem a língua de Goethe em seu uso atual.

As pessoas na Alemanha são freqüentemente convidadas a comparecer a um meeting (uma reunião), solicitadas a trazer com elas informações down-geloadet (baixadas da internet), e escutam sorry (com um sonoro ‘r’) quando alguém tromba com elas nas ruas.

Mas – mesmo na era da comunicação digital, dominada pela língua inglesa e pela cultura pop norte-americana – não são apenas palavras em inglês que cruzam as fronteiras nacionais e lingüísticas.

O Conselho da Língua Alemã organizou recentemente uma competição internacional chamada Migração de Palavras. Pessoas de 70 países – do México a Cingapura, Malásia, Coréia do Sul e Nigéria – participaram da caçada lingüística por palavras alemãs que ‘migraram’ para outros idiomas. Mais de seis mil palavras foram apresentadas. Uma ganhadora foi escolhida entre as inscritas e a cerimônia de premiação aconteceu em Munique.

Anúncios

Um comentário em “Quando as palavras alemãs viajam

Deixe aqui seu comentário, crítica ou sugestão:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s