Muitas expressões correntes na língua escondem alguns séculos de história, mesmo que o falante nem sempre saiba a que elas se referiam originalmente. Assim como em diversas outras línguas européias, o repertório de referências latino e grego se manteve no léxico alemão.

Expressões como “calcanhar de Aquiles” e “presente de grego” ou em frases como “Roma não foi construída em um dia” também são correntes na língua alemã.

Apesar de não ser um idioma românico, o alemão também dita que a construção de Roma demorou mais tempo: Rom wurde nicht an einem Tag gebaut. Enquanto o calcanhar de Aquiles (Achillesferse) coincide com a expressão em português, o presente de grego é mais específico em alemão: Danaergeschenk. Danaer, “dânaos”, do grego Danaoi, é a denominação de todos os gregos usada por Homero, ao lado de “aqueus”. A palavra remete a um dos povos que invadiram o Egito em 1220 a.C. e foram derrotados pelos egípcios 30 anos depois.

“A língua latina e a grega colocam diante dos nossos olhos um grande tesouro de monumentos clássicos”, comentam Jacob e Wilhelm Grimm na introdução de seu famoso Deutsches Wörterbuch (Dicionário Alemão). Muitas referências greco-latinas foram extraídas diretamente da literatura.

Além das referências à Antigüidade, há outras na língua alemã que revelam as relações de vizinhança com países europeus. A expressão “isso para mim é grego”, no sentido de “isso eu não entendo”, corresponderia em alemão a mir kommt das Spanisch vor, ou seja, “isso me parece espanhol”, no sentido de “isso é estranho, esquisito”.

Anúncios

Deixe aqui seu comentário, crítica ou sugestão:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s