Segundo a publicação Eurobarometer Report “Europeans and their languages” o monolinguismo já não é mais predominante no continente europeu. A União Européia conta com 23 línguas reconhecidas oficialmente, além de 60 línguas indígenas regionais ou de grupos minoritários.

Dentre os europeus, 46% se declara monolingue, enquanto 19% falam ao menos 2 línguas. O número de trilingues no continente é ainda maior: 25%, havendo ainda um grupo de cerca de 10% dos europeus que dominam 4 ou mais línguas.

A política européia de uma população trilingue (língua nativa, inglês e uma terceira língua) já está próxima da realidade de alguns países do continente, como Luxemburgo, com 84% de trilingues, além da Holanda (77%), Eslovênia (67%), Malta (59%), Dinamarca (58%), Latvia (54%), Lituânia (52%) e Estônia (52%). Do outro lado, os países que mais se distanciam desse cenário são Portugal e Hungria, cada um com 13% de trilingues, seguidos do Reino Unido (14%) e Grécia (15%).

Os números não surpreendem, considerando-se o tamanho e diversidade linguística e cultural do continente. São 50 países, sendo alguns deles menores que as grandes metrópoles brasileiras. O livre trânsito (qualquer cidadão da União Européia pode transitar livremente entre os países) e a proximidade geográfica torna comuns famílias nas quais os membros provem de países diferentes, o que facilita a convivência, desde a infância, com duas ou mais línguas.

Anúncios

Deixe aqui seu comentário, crítica ou sugestão:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s