Майдан зверху by sppoilt.exile on FlickrEm meio à violenta crise que assola a Ucrânia*, as minorias lingüísticas que vivem no país também estão sofrendo. Além dos conflitos e mortes, que tendem rumar para uma guerra civil, o direito de usarem suas línguas nativas oficialmente acaba de ser retirado.

O parlamento ucraniano aboliu a lei que regia os fundamentos da política lingüística de minorias do país. Foram 232 votos num total de 334. O mesmo parlamento havia aprovado essa lei em julho de 2012, após iniciativa do Partido das Regiões (Партіярегіонів). Em agosto do mesmo ano o então presidente Viktor Yanukovych assinou a lei, e ainda criou um grupo responsável pelo avanço da política lingüística no país.

A lei, que havia entrado em vigor em agosto de 2012, permitia o uso de 2 línguas oficiais em regiões onde uma minoria étnica representasse ao menos 10% da população. Assim, o russo foi declarado segunda língua oficial nas seguintes cidades: Odessa, Kharkiv, Kherson,Mykolaiv, Zaporizhzhya, Sevastopol, Dnipropetrovsk, Luhansk e Donetsk. Já em várias cidades do oeste ucraniano as minorias que tiveram suas línguas reconhecidas tem origem na Hungria, Moldávia e Romênia.

* Para entender a crise na Ucrânia: 6 notas para compreender o que acontece na Ucrânia

 

Anúncios

Deixe aqui seu comentário, crítica ou sugestão:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s