two eyes two hands two computers by Daniela Vladimirova on Flickr

Perdidos na traducaoEm “Perdidos na Tradução”, o professor e tradutor Iuri Abreu reuniu algumas das grandes bizarrices vistas nos títulos de filmes em português.

“Não é preciso muita intimidade com a língua inglesa para perceber que alguns títulos nacionais de filmes estrangeiros não são nem um pouco fiéis ao original”, conta o autor. “Neste caso, saio em defesa de meus colegas, porque a decisão fica a cargo da distribuidora”.

Com prefácio de José Wilker, a edição é divida em “A Maldição do Subtítulo”, “Poesia Pura”, “Liberdade Total”, “Fiéis ao Original” e “Entregando o Jogo”.

Abaixo, conheça um exemplo de cada um desses capítulos.

A Maldição do Subtítulo
“Blade Runner”
Tradução literal: “O Corredor da Lâmina”
Em Portugal: “Blade Runner: Perigo Iminente”
No Brasil: “Blade Runner: O Caçador de Androides”

Poesia Pura
“Giant”
Tradução literal: “Gigante”
Em Portugal: “Gigante”
No Brasil: “Assim Caminha a Humanidade”

Liberdade Total
“Annie Hall”
Tradução literal: “Annie Hall”
Em Portugal: “Annie Hall”
No Brasil: “Noivo Neurótico, Noiva Nervosa”

Fiéis ao Original
“Cold Mountain”
Tradução literal: “Montanha Fria”
Em Portugal: “Cold Mountain”
No Brasil: “Cold Mountain”

Entregando o Jogo
“The Bucket List”
Tradução literal: “A Lista do Balde”
Em Portugal: “Nunca é Tarde Demais”
No Brasil: “Antes de Partir”

Fonte: Livraria da Folha

Anúncios

Deixe aqui seu comentário, crítica ou sugestão:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s