Os nomes do mundo

Endonyms of the WorldVocê sabe o que é endônimo? Nada mais é do que o nome de um lugar (país, cidade, região, etc) grafado de acordo com a língua local. Esse nome geralmente é designado pelo governo local ou simplesmente acaba ficando pelo seu amplo uso dentre os moradores.

O site Endonym Map resolveu coletar os endônimos de todos os países do mundo em um único mapa. Os nomes mostrados estão nas línguas oficiais ou nacionais, conforme são conhecidos pelos habitantes locais.

Confira alguns mapas:

Anúncios

Palavras intraduzíveis de outras culturas

Sim, elas existem, pois ao contrário do que tentam insistir alguns professores e dicionários, não é possível encontrar tradução (palavra correspondente) de algumas palavras extraídas de diversas línguas, Muitas vezes o máximo que conseguimos é explicar seu sentido com uma frase ou conceito. E foi isso que o blog Maptia fez, na tentativa de criar “o mapa mais inspirador do mundo”.

A relação entre as palavras e seus significados é fascinante, e tem se tentado há décadas desconstruir isso, simplificando e reduzindo isso a vocábulos, sendo que há um mundo de idéias e sentimentos por trás de cada palavra, e que são possíveis de expressar em uma palavra somente em uma determinada língua”, explica Ella Frances Sanders, responsável pelo blog.

Vale lembrar que, como já mostramos aqui, nenhuma palavra pode ser considerada de fato intraduzível. As palavras abaixo apenas não tem palavras correspondentes em outras línguas, ou na maioria delas, o que as particulariza em uma determinada língua ou cultura.

Clique nas imagens abaixo:

Jornalista lança Dicionário do Nordeste

Bahia, Brasil 2004 by Ametxa on FlickrDicionário do Nordeste, do jornalista pernambucano radicado em São Paulo, Fred Navarro, é fruto de vinte e um anos de minuciosa pesquisa.

A obra reúne em suas 711 páginas mais de dez mil verbetes e expressões usadas em todos os estados da região e nasceu da necessidade de “traduzir” para os colegas certos termos normalmente empregados por ele em seu dia a dia nas redações paulistanas. Expressões como “fastiosa” (que quer dizer “sem fome”), “falando mais que o homem da cobra” (“falando muito”), “menina buchuda” (“mulher grávida”) aparecem no dicionário. 

O livro tem prefácio do gramático Evanildo Bechara, da Academia Brasileira de Letras.

:: Lançamento
:: Dicionário do Nordeste

Dicionário do Nordeste -  Fred NavarroDimensão:  16 x 22cm

Autor: Fred Navarro

ISBN: 978-85-7858-047-6

Nº de Páginas:  716

Ano de edição: 2013

 

 

Israel quer proibir a palavra “nazi”

Nazisrael by Andreas Kontokanis on FlickrO parlamento israelita analisou uma proposta de lei que pretende proibir a utilização da palavra “nazi” e de símbolos do III Reich.

A proposta, redigida pelo deputado ultranacionalista Shimon Ohayon prevê que quem utilizar a palavra e a simbologia referidas incorrerá numa pena de prisão de seis meses e de uma multa de 21.015 euros.

“A liberdade de expressão não é absoluta, é relativa. Permite às pessoas exprimirem-se quando existe um medo real das autoridades ou de uma sociedade que as ameaça. Aqui existe uma liberdade de expressão que ultrapassou todos os limites. Temos de nos proteger dessa liberdade de expressão irresponsável que eventualmente magoa as pessoas”, afirmou o deputado.

Segundo a comunicação social o texto, considerado pela oposição como um atentado à liberdade de expressão, tem poucas hipóteses de ser adotado.

Entre os que se revelam contra a proposta de lei estão os sociais-democratas do partido Meretz.

“Esta é uma lei estúpida. Não precisamos dela. Nós somos o país que sabe melhor que ninguém o que aconteceu ao povo judeu durante o Holocausto. Todos os dias nos lembramos do Holocausto. Nas escolas ensinamos aos alunos e aos estudantes tudo sobre o Holocausto. Não precisamos desta lei que é forma de lhes assinalar algo que não é necessário assinalar”, disse Michal Rozin, representante do partido.

Todos os anos no Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, Israel pára ao som de uma sirene. Mas, ao contrário de outros países, Israel não tem uma lei específica para a utilização de símbolos nazis.